segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Quando nos vemos sem saída

Muitas das vezes as coisas não vão da maneira que esperamos na vida. Mesmo quando temos
certeza dos planos que fizemos na direção de Deus, nós podemos encarar algumas interrupções.
Frustrações diante dos obstáculos pode nos levar ao desencorajamento e perder a esperança.
Então, se o obstáculo persistir, nosso espírito pode entrar até em desespero.

As circuntâncias que nos parecem impossíveis de ser vencidas são na maioria das vezes as que nos dão o empurrão que precisamos. Lembre-se de Paulo na viagem marítima para Roma. Quando a tempestade começou os marinheiros lutaram para salvar a embarcação. Mas quando eles não puderam mais controlar a situação, eles gradualmente perderam a esperança de serem salvos (atos 27:.20). Existem situações que nós não conseguimos evitar, como a perda de um emprego, a morte de um ente querido, um diagnóstico devastador, entre outros, em tais situações, nos sentimos vulneráveis totalmente sem esperança.

Planos adiados podem também desfalecer o coração. Veja o caso de Ana, ela ficou deprimida por causa de sua esperança adiada (Provérbios 13:12). Ela viu as outras mulheres tendo filhos, mas seu próprio desejo de ser mãe não tinha sido atendido (1Samuel 1:11). Quando as coisas não vão de acordo com nosso planejamento, nós podemos nos sentir como Ana. Sentir abandonados pelo Senhor, pode fazer um crente tropeçar.
Diga-se de passagem, aqui em casa nós passamos por experiência semelhante. Nossa mente nos dizia que Deus estava conosco, mas nossos sentimentos estavam querendo abalar nossa fé. Para contra-atacar essas emoções, nós buscamos o Senhor através da meditação na Palavra e muita oração.

Em ocasiões de desencorajamento, você tem a escolha. Ou você focaliza nas circunstâncias, ou você se fixa no amor do Pai e confia Nele.

Por experiência própria, é infinitamente melhor confiar Nele.
"...Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor..."(Romanos 8:39)

Nenhum comentário:

Postar um comentário