quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Simplicidade

" E Naamã, capitão do exército do rei da Síria, era um grande homem diante do seu senhor, e de muito respeito; porque por ele o SENHOR dera livramento aos sírios; e era este homem herói valoroso, porém leproso.
E saíram tropas da Síria, da terra de Israel, e levaram presa uma menina que ficou ao serviço da mulher de Naamã.
E disse esta à sua senhora: Antes o meu senhor estivesse diante do profeta que está em Samaria; ele o restauraria da sua lepra."
2 Reis 5:1-3

O grande problema das pessoas na maioria das vezes, não é o problema em si, mas sim a solução que tentamos dar a tais problemas. Complicamos algo que deveria ser simples.

Uma jovem israelita foi levada como escrava para a Síria, onde servia o comandante do exército do rei, que tinha lepra. Esta jovem comovida com a enfermidade do seu senhor, com grande compaixão sugeriu que ele procurasse a um profeta que estava em Samaria para que fosse curado da lepra. Vejam que simples solução para o sofrimento de Naamã! Mas Naamã não encarou isso como algo tão simples assim, ao invés de procurar diretamente o homem de Deus que poderia lhe curar, ele foi até seu rei, que por sua vez escreveu uma carta ao rei de Israel com o seu pedido de cura acompanhados de prata, ouro e dez mudas de roupas como presentes, com a intenção de comprar sua cura. Entretanto o rei de Israel interpretou isso como uma ameaça de guerra.
Felizmente, Eliseu acalmou o rei e ofereceu a Naamã direções para sua cura: Lavar sete vezes no Rio Jordão. Direções simples,mas que Naamã tomou como insulto a primeira vista "Não são porventura Abana e Farpar, rios de Damasco, melhores do que todas as águas de Israel? Não me poderia eu lavar neles, e ficar purificado? E voltou-se, e se foi com indignação."(v.12)
Mas no final acabou tudo bem, mas vale a pena analisar as barreiras de uma boa comunicação; Medo e dúvida levou Naamã acreditar que ele deveria comprar sua cura,mesmo que a jovem simplesmente o instruiu pedir a Eliseu.
Suspeita e insegurança causou o rei de Israel a desconfiar do desejo de cura de Naamã. Ele estava desconfiado de Naamã e duvidava do poder de Deus na vida de Eliseu. Orgulho causou Naamã insitir em seus próprios termos, mesmo precisando deseperadamente de uma cura.
Com certeza nós complicamos nossas vidas adicionando uma pitada de dúvida e medo, um toque de suspeita e insegurança, e ainda por cima disso tudo o orgulho. Deus deseja de nossa parte obediência e amor e a disposição de seguir sua direção, que sempre será simples. O desafio é manter a perspectiva, lembrando das direções, e mantendo-las simples. Com a ajuda de Deus, nós podemos.

Um comentário:

  1. Deus as vezes pode usar pagaos para trazer correcao ao Seu povo. Que Deus continue a te abencoar.

    ResponderExcluir